Destaque

29/01/2021

Campanha de campo para descrição e coleta de perfis de solos - 11 a 22 de janeiro de 2021

Gustavo Ribas Curcio1, João Bosco Vasconcellos Gomes1, Marlon Antonio Debrino2, Maurício Kacharouski2, Andrey Luan Petry2

 

Com a última campanha de campo do Projeto PronaSolos PR, realizada entre os dias 11 a 22 de janeiro de 2021, teve início o processo de descrição e coleta de perfis de solos representativos da Bacia Hidrográfica Paraná III (Figura 1). Os perfis de solos visam obter informações mais precisas sobre as características morfológicas, químicas, granulométricas e físico-hídricas dos solos que constituem a Bacia Hidrográfica Paraná III (Figura 2).

Figura 1 – Latossolo Vermelho Distroférrico típico, piso altitudinal de 530 m.
Figura 1 – Latossolo Vermelho
Distroférrico típico, piso altitudinal de 530 m.
Figura 2 – Latossolo Vermelho Distroférrico típico, piso altitudinal de 620 m.
Figura 2 – Latossolo Vermelho
Distroférrico típico, piso altitudinal de 620 m.

 

Na citada campanha foram abertos, descritos e coletados perfis de solos entre as cidades de Cascavel e Guaíra, totalizando 14 perfis (Figuras 3 e 4).

 

 

Figura 3 – Abertura de perfil de solo em lavoura de soja. Aspecto da Província Convexada, subplanalto Foz do Iguaçu.
Figura 3 – Abertura de perfil de solo em lavoura de soja.
Aspecto da Província Convexada, subplanalto Foz do Iguaçu.
Figura 4 – Abertura de perfil de solo em lavoura de soja.
Figura 4 – Abertura de perfil de solo em lavoura de soja.

Os referidos perfis - modais de classe das unidades de mapeamento - estão locados nos municípios de Cascavel, Toledo, Maripá, Palotina, Tupãssi, Marechal Cândido Rondon e Guaíra (Figura 5), correspondentes aos subplanaltos de Cascavel e Campo Mourão (Figura 6).

Figura 5 - Cartas componentes da Bacia Hidrográfica Paraná III e respectivas correspondências com municípios e a Base Cartográfica Contínua do Brasil ao Milionésimo – IBGE.
Figura 5 - Cartas componentes da Bacia Hidrográfica Paraná III e respectivas
correspondências com municípios e a Base Cartográfica Contínua do Brasil ao Milionésimo – IBGE.

 

Figura 6 - Subplanaltos constituintes da Bacia Hidrográfica Paraná III.
Figura 6 - Subplanaltos constituintes da Bacia Hidrográfica Paraná III.

Neste sentido, a Embrapa Florestas e o IDR-PR (antigo IAPAR), por meio deste, agradecem aos proprietários rurais por consentirem abrir os perfis de solos em meio as suas lavouras, o que sabemos, incorre em perdas financeiras na colheita correspondentes em média a 35 m2. Todos os perfis foram fechados ao término da descrição pela própria equipe do PronaSolos PR (Figuras 7 e 8).

Figura 7 – Marca em cultura de soja feita pelo trânsito da miniretroescavadeira Bobcat 418.
Figura 7 – Marca em cultura de soja feita pelo
trânsito da miniretroescavadeira Bobcat 418.
Figura 8 – Aspecto do local de abertura do perfil de solo depois do trabalho efetuado.
Figura 8 – Aspecto do local de abertura do perfil
de solo depois do trabalho efetuado. 

 

A estes proprietários listados a seguir, seguem os nossos sinceros agradecimentos: Sr. Cássio Barrero, Sr. Claudiomiro Dalbello, Sr. Adriano Garlet, Sr. Balduíno Fiorentin, Sr. Aércio José Ely, Sr. Doeli Kliemann, Sr. Wellington Trajano Donadel, Sr. Marcelo Paludo, Sr. Edson Morgenstern, Sr. Felipe Drisner, Sr. Rafael Eisen, Sr. Ari Hanssel, Sr. Marcos Paludo, Sr. Valdecir Letrari, Sr. Roberto Canzi.

Ao mesmo tempo houve a continuidade habitual das ações de mapeamento de solos e vegetação protetiva de rios e nascentes por intermédio de 45 pedossequências observacionais (Figura 9), estas localizadas nos municípios de Céu Azul, Foz do Iguaçu, Matelândia, Santa Terezinha de Itaipu e São Miguel do Iguaçu, com correspondências das cartas E2, E3, F1 e F2 - Base Cartográfica Contínua do Brasil ao Milionésimo (Figura 5). Nas mencionadas pedossequências foram coletadas informações específicas sobre a vegetação protetiva de rios e nascentes em sete pontos, 5 em nascentes e dois em margens de rios (Figura 10).

Figura 9 – Topo da pedossequência em relevo plano, cultura de soja.
Figura 9 – Topo da pedossequência em
relevo plano, cultura de soja.
Figura 10 – Processo erosivo em margem fluvial com solapamento de árvore.
Figura 10 – Processo erosivo em margem fluvial
com solapamento de árvore.

 

A equipe do PronaSolos PR deseja a todos um “Bom Ano Novo” repleto de saúde e sucesso a todos os parceiros, especialmente aos agricultores da Bacia Hidrográfica Paraná III, os quais em todos os momentos têm demonstrado um elevado espírito de colaboração e compreensão com o projeto!

 

1 – Pesquisador da Embrapa Florestas – gustavo.curcio@embrapa.br

1 – Pesquisador da Embrapa Florestas – joão.bv.gomes@embrapa.br

2 – Técnico da Fapeagro – marlon_debrino@hotmail.com

2 – Técnico da Fapeagro – mauriciokacharouski@bol.com.br

2 – Técnico da Fapeagro – andrei_luan_petry@hotmail.com

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.