Destaque

03/10/2019

Campanha de campo nos subplanaltos de Umuarama,de São Francisco e de Campo Mourão

Gustavo Ribas Curcio1; Annete Bonnet2, Maurício Kacharouski3

 

 

Entre os dias 16 a 27 de setembro, nova campanha de campo do PronaSolos Paraná foi realizada (Figura 1). Desta vez foram percorridas as paisagens dos municípios de Guaíra, Marechal Cândido do Rondon, Maripá, Mercedes, Nova Santa Rosa, Palotina e Terra Roxa, envolvendo os subplanaltos de Campo Mourão, São Francisco e Umuarama (Figura 2).

Dando continuidade às pesquisas, foram procedidas caracterizações de solos em 66 pedossequências, das quais 35 foram amostrados (Figura 3) os solos (horizontes A e B), enquanto em 31 foram feitos levantamentos de observações morfológicas, tais como cor, estrutura, espessura de horizontes, presença ou não de camadas compactadas (Figura 4) etc.

Vale citar que essas 66 pedossequências geraram mais 229 pontos de referência em conhecimento de solos e vegetação protetiva de rios e nascentes. Infelizmente, como em outras partes da Bacia Hidrográfica Paraná III, estão sendo identificados descartes de lixo em lugares totalmente impróprios (Figura 5), no caso na beirada de rios e nascentes.

Nessa campanha já mais próximo a cidade de Terra Roxa foi identificada a presença de solos com maiores teores de areia (Latossolos Vermelhos e Argissolos Vermelho, ambos com textura média), situação facilmente visualizada nas estradas (Figura 6). Essa condição se deve ao recobrimento proporcionado pelo Arenito Caiuá sobre as paisagens derivadas das rochas eruptivas que perfazem a maior parte da BPIII.

No que se refere à análise e caracterização da vegetação protetiva de rios e nascentes (Figura 7), foram realizadas pesquisas em mais 35 pontos, através da instalação de parcelas para estudos fitossociológicos, onde informações importantes são levantadas, como grau de conservação da floresta, florística (Figura 8), ocorrência de espécies arbóreas por tipo de solo, com ênfase ao regime hídrico do solo, entre outras.

Um dos grandes objetivos do projeto é obter informações integradas sobre solos e vegetação protetiva de rios e nascentes, as quais poderão melhor auxiliar o planejamento de uso das paisagens das citadas bacias hidrográficas.

 

1 – Pesquisador da Embrapa Florestas – gustavo.curcio@embrapa.br

2 – Pesquisadora da Embrapa Florestas – annete.bonnet@embrapa.br

3 – Técnico da FAPEAGRO – mauriciokacharouski@bol.com.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.